Entrando no mercado de design – A Continuação

Após fazer Portfólio, Currículo e estar mandando e-mails, você verá como fica mais fácil conseguir entrevistas, mas o trablho ainda não acabou (na verdade acho que nunca acaba.).

Você deve mostrar que realmente quer a vaga na entrevista, mostrar que realmente quer trabalhar na área, que tem verdadeira paixão pelo que faz. Isso são coisas essenciais para ter a primeira oportunidade.

O olhar, Realemente pessoas que iram ter seu primeiro trabalho na área geralmente tem aquele olhar de novidade, de curiosidade e vontade. Simplesmente é um brilho a mais no olhar. Você não pode barrar esse brilho, pois ele conta pontos. Muita gente acha que isso não é verdade que te deixa menos profissional, mas a verdade é que pessoas que tem esse brilho tem mais garra e vontade de fazer a agência crescer. É isso que os contratantes veêm.

Outra coisa importante é não ficar perguntando sobre salário, na verdade (se possível) nem se importar com isso, o primeiro trabalho na área você irá ganhar mal, não tem jeito, porém se você conseguir se provar (aí que entra a paixão e determinação) ou seja, se você mostrar que está evoluindo e que realmente esta fazendo seu trabalho, você acaba ganhando aumento e conseguindo propostas bem melhores.

Outro ponto interessante que devo falar é você nunca parar, você conseguindo entrevistas mesmo que trabalhando, pode gerar uma proposta, que mesmo que você não saia da sua agência, essa proposta pode gerar uma contra-propósta para você ficar onde está. Claro que com isso você não deve blefar.

Re sumindo o importante no primeiro emprego é você aprender o máximo, você está lá mesmo para aprender, é um estágio. Arendendo você evolui o salário também.

Por isso eu digo, Nunca desista dos seus sonhos!.

Twitter – Solução ou perdição?

Hoje falei com um amigo meu sobre isso, ele tem uma agência. Ele falou que a idéia é boa, mas ele não vê utilidade para a agência (ele falou isso após eu falar que tem empresas que usam). Ele falou que realmente tem interesse de ter uma ferramente de interação constantes de todos os funcionários, porém não sabe como isso possa ser realmente útil.

E eu comecei a pensar no assunto. Twitter, seria uma solução ou uma perdição? Após essa conversa com meu amigo, comecei a pensar como poderia ajudá-lo. E logo me veio na mente a integração constante dos funcionários, meio que passando um mini-relatóio há quantas anda o serviço. E realmente tem sua utilidade desta forma. Mas do mesmo modo, o cara teria como amigos outras pessoas que mandariam mais coisas e que ele acabaria parando para ler. Será mesmo que tem utilidade para a empresa? Com msn e e-mail, o twitter pode ser mais que um “mini-blog”? (rótulo dado por alguns blogueiros).

Honestamente acho que o twitter tem muito o que crescer, porém precisa ser bem usado, vejo gente lá falando coisas que realmente não tem nada a ver. Claro que as vezes não tem como ter nexo, mas as vezes é bom ter! Achei legal a idéia do Fabio Seixas de narras a corrida de fórmula 1 por lá, é essa a idéia, inovar.

E o Jurubeba está inovando. Em breve teremos entrevistas e debates direto pelo twitter. Claro avisarem a quem quizer participar e abriremos total espaço para a interação.

O jurubeba no Twiiter

Design – Relutância à tecnologia?

Deixei um comentário no blog Coxa Creme, que eu acho interessante postar aqui.

Ontem comecei um curso de flash, e o professor começou explicando as funções de cada liguagem, até que chegou no AJAX e RIA, quando foi falar do RIA mostrou exemplos e tudo o mais, realmente incrível, ai ele falou que não foi usado por nenhuma empresa do Brasil (pelo menos que ele saiba) e que uma vez trabalhadores do submarino falaram com ele que se interessaram muito no RIA e falaram com “O Cara” do submarino (sim, eu esqueci o cargo), meu instrutor disse que ficou todo animado e perguntou se iam usar, eles faram que não e explicaram que o chefe fez três perguntas.
“Nosso sistema ainda esta funcionando?”
“A gente vende?”
“Então por que vocês querem mudar?”
Concluindo, no Brasil falta visão! não só na área de web como na área de ensino…

Eu me pergunto.. Por que as pessoas que vivem de tecnologia, relutam em melhorar suas ferramentas?

É o mesmo que alguém que usa Photoshop cs não querer o cs3 por que tem medo de não entender.

Deixo essa questão.

Dercy – Dos palavrões à arte!

Que a dercy morreu ontem aos 101 anos todo mundo ta cansado de saber..

Mas poucos sabem (apesar de ter sido mostrado pelo fantástico) que ela sofreu muito e é um ícone do teatro moderno.

Dercy, como disse Marília Pera para o fantástico, foi a vanguarda o teatro moderno, Com sua irreverência e sem-vergonhice, Dercy fez com que o mundo parasse com o preconceito do palavrão e da sexualidade, como ela mesma disse “antigamente eu chingava e o povo falava que era baixaria, hoje em dia dizem que é cultura!”.

Dercy que você esteja descansando em paz com a certeza de que revolucionou a cultura do Brasil ao lado de grande ícones!

Créditos, a charge foi feita pelo grande “O Criador” do Dr. Pepper.

Entrando no mercado de design – O Começo

Após feito o portfólio e o Currículo Chegou a hora de realmente provar sua determinação!

Agora é a hora de conhecer gente e mandar inúmeros currículos. Como disse no post sobre a determinação, você irá ouvir muitos NÃOs no começo, tem que continuar até ouvir um sim, a partir daí é só você trabalhar bem, com vontade, que as coisas acontecem, mas isso será um outro post.

A questão deste post é ajudar você a achar um meio de entrar no mercado. Pois para mim foi relativamente difícil, mas que agora esta se facilitando aos poucos. Pois bem uma das coisas importantes, colocar seus currículos com portfólio onde possíveis empregadores iram ver, segue a dica de dois sites ótimos para isso:

Vitrine Publicitária

Galera Solo – Este espaço foi disponibilizado pelo Mauro Amaral no site Carreira Solo, que da dicas de como se tornar Freelancer.

Cadastrou seu portfólio lá? Pois então aproveite o link da visualização deles para colocar nos currículos que você enviará por e-mail.

Para achar vagar e mandar e-mails:

http://publicijobs.blogspot.com/

http://www.vitrinepublicitaria.net/

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=47404

http://carreirasolo.org/vagas

Até aqui tudo bem? Agora vem dicas para quem tiver mais perceverança.

Você tem alguma agência que você queria trabalhar? Sabe o nome do diretor de arte? Não? Se sabe por favor mande um e-mail para ele com seu currículo, e se n souber comece a entrar em sites de grandes agências e vá mandando currículos, e não espere resposta, essa atitude é um tiro no escuro, eu recomendo reaizá-la junto com o cadastro de portfólio (para mandar os links por e-mail no currículo) e para ter a certeza que você poderá conseguir um trabalho.

O mais importante naárea é entrar no mercado, conseguindo você irá crescer nas agências aos poucos.. indo de uma pequena para uma média para uma grande para uma Almap da vida.

O caminho é longo, e você faz seu nome, o importante é nunca desistir.

Para quem quizer fazer um NetWork (rede de contatos) me conhecendo meu email está na página “sobre quem escreve”.

Espero que tenha ajudado e vamos á luta!

Debate – Be Apple?

Como explicar a grande popularidade desta marca? como falar que as pessoas preferem passar pela transição windows – mac (que diga-se de passagem é muito complicado com atalhos e acentos)?Como explicar que as pessoas com carros importados quizessem colocar um adesivo da maçã para se sentir importante?

Parece que no mundo há três tipos de pessoas, as apaixonadas por apple, as que odeiam a apple e aqueles que estão em fase de transição de um grupo para outro e desconhecedores. Bom não preciso nem falar que o grupo de apaixonados por Apple se não é o maior, está quase passando o desconhecedores/em fase transitória.

A Apple cresce todos os dias por indicações de usuários, de declarações de que o produto é o melhor. A marca passou com isso a ser tachada de Cool, ter um produto Apple te da estatos, as pessoas que são apaixonadas teram um motivo a mais para falar com você, pois os apaixonados pela Apple, conhecem todos os produtos e sempre sabem de quase todas as funcionalidades.

Eu não estou aqui para falar que a marca é boa ou não, estou para discutir o por que dessa atitude cega, claro que se você gosta da empresa você deve sim apoiar como apóiam, mas será que os produtos são tão melhores assim? todos? ou seria apenas pessoas querendo ser Cool?

Falar do mac ou do iPod é perda de tempo, realmente são diferenciais do mercado, muito a frente de seus concorrentes, porém o iPhone é tão bom assim?

Só gostaria de deixar essa pergunta na mente de todos.

Quanto á série de posts sobre como entrar no mercado de design fiquem ligado que em breve vem novo post.

Que tal um post diferente? – Blogosfera

Hoje tive um dia cheio, estou mudando de emprego, ai já viu… Fora isso passei o dia todo ouvindo os Braincasts#9 e comecei a filosofar sobre a área de publicidade voltada para a web e a blogosfera e sua unificação “panelística”, fazendo com que sejá tão difícil entrar quanto convencer um cliente a anúnciar no seu blog.

Uma coisa nos blogs me chamou muito atenção, a vontade dos blogueiros de tornar seu blog uma marca, uma empresa. Realmente é bem bacana você consiguir um site que tenha uma marca conhecida e com isso você conseguir além de difundir sua ideologia, conseguir vender um espaço para anúnico lá.

A discução sempre fica nessa área se é certo ou não o blogueiro ganhar dinheiro com posts pagos. Mas será que se você pudesse ganhar, você não o faria? Claro que não devemos ir contra os princípios, como disse o Cristiano Dias nos braincasts, Você tem que ser consciente e saber que sua credibilidade está em jogo, porém ganhar seu prório dinheiro com uma coisa que você realizou é o mais legal.

A blogosfera e seus leitores se preocupam demais com isso, se o leitor desconfia que o escritor de seu blog favorito vende “suas idéas”, por que você ainda lê o blog dele? Se ele não vende sua ideologia, por que ele não pode ganhar dinheiro, até mesmo para investir no blog e torná-lo melhor?

Você assiste TV? Ouve rádio? Lê jornal? são perguntas que tenho me perguntado ultimamente, e as respostas são apenas não, tirando uns jornais grátis distribuidos perto do metro. E por quê? A internet tem sido auto-suficiente em relação a conteúdo de informação. Blogs tem se expecializado e focado nos principais temas, enquanto a TV passa a ser mais e mais mastigada e sem graça, a internet te da a liberdade de ter interatividade, em momento real. Por que eu falei tudo isso? Simples! O futuro é a internet, com a vinda da TV digital, em breve a TV será direto do computador (legalmente) e com isso teremos cada vez mais vínculo com blogs, uma coisa natural pensando desta forma.

Então esqueça essa hitória ridícula falando que post pago ou o cara ir a um evento só para blogueiro patrocinado por uma marca é coisa de vendido, pois é por eles que os blogs se mantêm e crescem dessa forma, é por esse motivo que esse meio ta ficando cada vez mais estável e confiável. Apenas é por isso.

Para quem não saber Blogosfera é… a… o wikipédia responde!