Entrando no mercado de design – O Portfólio

Como começar?

Vamos lá, como no post anterior da série, um redator da JWT em uma palestra disse que a “fórmula” era fazer 5 campanhas com umas 5 peças cada. De certa forma ele estava certo, porém tinha um fundo muito errado, ele estava generalizando, para fazer um bom portfólio você tem que abrir sua cartela de ferramentas, mostrar tudo que você é capaz de fazer e ao mesmo tempo se voltar para o que mais gosta… Achou complicado? Ninguém disse que era fácil, porém tentarei ser mais claro.

Quando você vai criar um portfólio você vai mostrar o que você sabe fazer, quanto mais coisas melhor. Vendo dessaa forma se você sabe fazer layout de site, propaganda para revista, banner, hotsite em flash, etc. Se você sabe fazer deve ter uma amostra no seu portfólio. Como se fosse uma empresa, você esta vendendo sua força de trabalho para a agência, por que não mostrar no que pode ser útil?

Sim, você também tem que ser voltado, ta confuso? Calma! Quando digo se voltar para sua preferência não quero que você crie dois portfólios nem que você faça 1 peça de cada e 15 da mídia que você mais gosta. Isso vai acabar sendo natural, pois quando você gosta, por exemplo, de criar logotipos, logicamente você terá mais logotipia no seu portfólio, é instintivo.

O mais importante é você gostar do seu portfólio, só a partir daí você, mostrando seu portfólio, transparecerá seu desejo na vaga, seu desejo na área.

O portfólio não tem uma fórmula, deve ser um conjunto de ótimos trabalhos, não adianta nada você ter 50 campanhas de 5 peças cada se suas campanhas não tiverem conceito. O conceito é muito importante em uma campanha, é a “lição de moral” que sua peça passará, é a ideologia. Isso é muito importante em peças e campanhas (principalmente).

O seu portfólio deve ser sincero, não adianta pegar peças do vizinho que manda bem, você vai provar que as fez no seu dia-a-dia na agência.

Bom resumindo é isso, reuna umas peças, não ponha muita informação para não ser massante, e pense que o diretor de arte é ocupado, tem uns 15 minutos para olhar, porém não coloque apenas duas propagandas, o cara tem que ver o seu potêncial, Eugênio Mohallem do CCSP, em seu “manual do estagiário”, estipulou um número interessantes de peças (10), eu diria para ser umas 15 ou 20, não sou o dono da verdade, apenas é o meu pensamento e sugiro que todos analizem e pesquisem mais antes de seguir fielmente algum conselho meu. (clique aqui para ver uma pesquisa no yahoo)

Bom a pergunta que mais interessa é onde encontrar vagas?

Segue dois sites e uma comunidade especializadas nessa área:

http://publicijobs.blogspot.com/

http://www.vitrinepublicitaria.net/

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=47404

Voltarei em breve com mais conselhos!

Anúncios

1 Comentário

  1. […] fazer Portfólio, Currículo e estar mandando e-mails, você verá como fica mais fácil conseguir entrevistas, mas […]


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s