Entrando no mercado de design – O Começo

Após feito o portfólio e o Currículo Chegou a hora de realmente provar sua determinação!

Agora é a hora de conhecer gente e mandar inúmeros currículos. Como disse no post sobre a determinação, você irá ouvir muitos NÃOs no começo, tem que continuar até ouvir um sim, a partir daí é só você trabalhar bem, com vontade, que as coisas acontecem, mas isso será um outro post.

A questão deste post é ajudar você a achar um meio de entrar no mercado. Pois para mim foi relativamente difícil, mas que agora esta se facilitando aos poucos. Pois bem uma das coisas importantes, colocar seus currículos com portfólio onde possíveis empregadores iram ver, segue a dica de dois sites ótimos para isso:

Vitrine Publicitária

Galera Solo – Este espaço foi disponibilizado pelo Mauro Amaral no site Carreira Solo, que da dicas de como se tornar Freelancer.

Cadastrou seu portfólio lá? Pois então aproveite o link da visualização deles para colocar nos currículos que você enviará por e-mail.

Para achar vagar e mandar e-mails:

http://publicijobs.blogspot.com/

http://www.vitrinepublicitaria.net/

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=47404

http://carreirasolo.org/vagas

Até aqui tudo bem? Agora vem dicas para quem tiver mais perceverança.

Você tem alguma agência que você queria trabalhar? Sabe o nome do diretor de arte? Não? Se sabe por favor mande um e-mail para ele com seu currículo, e se n souber comece a entrar em sites de grandes agências e vá mandando currículos, e não espere resposta, essa atitude é um tiro no escuro, eu recomendo reaizá-la junto com o cadastro de portfólio (para mandar os links por e-mail no currículo) e para ter a certeza que você poderá conseguir um trabalho.

O mais importante naárea é entrar no mercado, conseguindo você irá crescer nas agências aos poucos.. indo de uma pequena para uma média para uma grande para uma Almap da vida.

O caminho é longo, e você faz seu nome, o importante é nunca desistir.

Para quem quizer fazer um NetWork (rede de contatos) me conhecendo meu email está na página “sobre quem escreve”.

Espero que tenha ajudado e vamos á luta!

Anúncios

Debate – Be Apple?

Como explicar a grande popularidade desta marca? como falar que as pessoas preferem passar pela transição windows – mac (que diga-se de passagem é muito complicado com atalhos e acentos)?Como explicar que as pessoas com carros importados quizessem colocar um adesivo da maçã para se sentir importante?

Parece que no mundo há três tipos de pessoas, as apaixonadas por apple, as que odeiam a apple e aqueles que estão em fase de transição de um grupo para outro e desconhecedores. Bom não preciso nem falar que o grupo de apaixonados por Apple se não é o maior, está quase passando o desconhecedores/em fase transitória.

A Apple cresce todos os dias por indicações de usuários, de declarações de que o produto é o melhor. A marca passou com isso a ser tachada de Cool, ter um produto Apple te da estatos, as pessoas que são apaixonadas teram um motivo a mais para falar com você, pois os apaixonados pela Apple, conhecem todos os produtos e sempre sabem de quase todas as funcionalidades.

Eu não estou aqui para falar que a marca é boa ou não, estou para discutir o por que dessa atitude cega, claro que se você gosta da empresa você deve sim apoiar como apóiam, mas será que os produtos são tão melhores assim? todos? ou seria apenas pessoas querendo ser Cool?

Falar do mac ou do iPod é perda de tempo, realmente são diferenciais do mercado, muito a frente de seus concorrentes, porém o iPhone é tão bom assim?

Só gostaria de deixar essa pergunta na mente de todos.

Quanto á série de posts sobre como entrar no mercado de design fiquem ligado que em breve vem novo post.

Que tal um post diferente? – Blogosfera

Hoje tive um dia cheio, estou mudando de emprego, ai já viu… Fora isso passei o dia todo ouvindo os Braincasts#9 e comecei a filosofar sobre a área de publicidade voltada para a web e a blogosfera e sua unificação “panelística”, fazendo com que sejá tão difícil entrar quanto convencer um cliente a anúnciar no seu blog.

Uma coisa nos blogs me chamou muito atenção, a vontade dos blogueiros de tornar seu blog uma marca, uma empresa. Realmente é bem bacana você consiguir um site que tenha uma marca conhecida e com isso você conseguir além de difundir sua ideologia, conseguir vender um espaço para anúnico lá.

A discução sempre fica nessa área se é certo ou não o blogueiro ganhar dinheiro com posts pagos. Mas será que se você pudesse ganhar, você não o faria? Claro que não devemos ir contra os princípios, como disse o Cristiano Dias nos braincasts, Você tem que ser consciente e saber que sua credibilidade está em jogo, porém ganhar seu prório dinheiro com uma coisa que você realizou é o mais legal.

A blogosfera e seus leitores se preocupam demais com isso, se o leitor desconfia que o escritor de seu blog favorito vende “suas idéas”, por que você ainda lê o blog dele? Se ele não vende sua ideologia, por que ele não pode ganhar dinheiro, até mesmo para investir no blog e torná-lo melhor?

Você assiste TV? Ouve rádio? Lê jornal? são perguntas que tenho me perguntado ultimamente, e as respostas são apenas não, tirando uns jornais grátis distribuidos perto do metro. E por quê? A internet tem sido auto-suficiente em relação a conteúdo de informação. Blogs tem se expecializado e focado nos principais temas, enquanto a TV passa a ser mais e mais mastigada e sem graça, a internet te da a liberdade de ter interatividade, em momento real. Por que eu falei tudo isso? Simples! O futuro é a internet, com a vinda da TV digital, em breve a TV será direto do computador (legalmente) e com isso teremos cada vez mais vínculo com blogs, uma coisa natural pensando desta forma.

Então esqueça essa hitória ridícula falando que post pago ou o cara ir a um evento só para blogueiro patrocinado por uma marca é coisa de vendido, pois é por eles que os blogs se mantêm e crescem dessa forma, é por esse motivo que esse meio ta ficando cada vez mais estável e confiável. Apenas é por isso.

Para quem não saber Blogosfera é… a… o wikipédia responde!

Cultura – Museu do Jackie Chan

Hoje é aberto o museu de Jackie Chan, Chan que já acumula mais de 100 filme em seu currículo, visando a lembrança da cultura na china decidiu fazer um museu, contendo seus trabalhos, que tem um grande vículo com a cultura chinesa em si.

Apesar de essa informações para muitos ser inútil, eu acho bem legal isso, já que Chan tem inúmeros fãs por todo o mundo, e com certeza muitos fãs na china.

Explicação – RSS Feed

Ontem a noite recebi uma difícil missão, ajudar uma amiga a entender o mundo dos blogs, e notei que o mundo dos blogs realmente tem algumas coisas complicada para novos leitores, um grande exemplo disso são os famoso RSS Feeds, muita gente já usa, como também tem muita gente que não usa pois desconhece sua função.

Tive outra motivação para fazer este post, essa mesma amiga quando conheceu meu blog falou que o mesmo estava interessante, pois era um blog para iniciantes, com explicações e dicas de como entrar no mercado. Só posso falar que gostei do termo, é legal ver que podemos ajudar alguem.

Partindo para a explicação sobre os Feeds, eu não estou aqui querendo dizer o porque do nome e coisas do genero, caso queira saber aqui está a página da wikipédia sobe isso.

Eu estou aqui para abrir a mente daqueles que não conhecem, saberem o quanto isso pode facilitar a vida. O feed funciona como um email, você pode criar uma conta no Google Reader (ou similares, eu dou a dica desse pois é o que eu tenho e facilita muito.) Você adiciona o feed em um serviço desses, que as atualizações do blog irá direto para lá.

Ou seja, você receberá nessa sua “caixa de email” os posts, sem ter a necessidade de entrar no blog. Ao mesmo tempo que o blog ganha também, pois ter leitores fieis (o caso dos feeds) é muito bom!

Caso ainda tenha dúvidas entre em contato comigo, responderei o mais rapido possível.

Caso queiram adicionar o jurubeba no Google Reader, procurem pela url do blog, ou clique na caneca ao lado e copie e cole a URL no campo “adicionar inscrição”.

Entrando no mercado de design – O Currículo

Falando de Currículo neste post, devo antes de dar dicas sobre o msm, falar da importancia dele.
Muitas pessoas acham que a primeira coisa a ser feita é o currículo, mostrar ao mundo os cursos que você fez e esperar que eles deduzam o que você é capaz de fazer, isso está errado.
O mais importante é o portfólio, não adianta você querer uma vaga em criação e design sem ter trabalhos para mostrar o que você sabe fazer, de que adianta estudar nos melhores centros de ensino na área se você não tem trabalhos para mostrar, seu estilo, o que você faz com as ferramentas.
Visto isso, sim o currículo é muito importante, é ele que vai fazer você olhar para o portfólio caso ele não tenha sido visto logo de cara, é ele que vai polpar tempo de explicações duas, e vai dizer onde você aprendeu a fazer.
Bom para fazer um bom currículo você tem que seguir os padrões, msm no meio de apresentar seja diferente, o jeito que você organiza o conteudo tem q ser o mesmo, facilita a leitura para o contratante.
Vamos aos passos:

* Sobre você, comece falando seu nome, rg (e/ou CPF), data de nascimento (e idade, sim precisa de idade, não faça o contratante fazer contas, isso atrasa ele para ver seu portfólio), seguido de seu endereço e contato (cel, tel e email).
* Sobre a área, cite a área desejada, ultimamente um grande ídolo meu na área falou para mim que seria melhor colocar mais do que a área em si, pois eu tentei abranger pois quero design, publicidade e criação de um modo geral, ele falou que seria melhor centrar, fazer um pequeno texto (de umas 3 linhas mais ou menos) sobre a área que você quer e por que, não tive tempo de mudar meu currículo, mas já adianto que irei fazer uns 3, um para cada área.
* Sobre a carreira, agora sim é a hora de falar dos cursos, fale a instituição, o curso e a duração (início e término, caso ainda não tenha terminado coloque “em andamento” ou algo do genero), cite todos os cursos, isso é muito importante.
* Sobre os conhecimentos, diga o nível dos softwares que você conhece com os cursos, tem uma história que um povo me falou que um cara colocou no currículo como se fosse a vida de um personagem em jogo de luta… o nível é isso.. o quanto você sabe de determinado programa, avançado, intermediário e básico.
* Sobre a experiência, sei que muitos que estão lendo este post não tem experiência, pois precisa saber onde colocar, se você possui é bom colocar. Ponha como se fosse um curso, a instituição, o cargo (função) e duração.
* Sobre palestras e worksshops, esse tópico não sei se funciona, pois nunca “ganhei” nada por ver palestrar, só o conhecimento em si… mas é bom colocar, antes errar para mais do que para menos. Coloque a instituição e as palestras que mais te acrescentaram algo.
* Sobre o portfólio, (você achou que ia se livrar? hahaha o carma de criação é o portfólio, ou pasta..) cite link caso tenha site, etc.

Bom espero que tenha ajudado.
Qualquer dúvida me mandem um email, contato está na área “sobre quem escreve”.

Como disse nos posts anteriores, não sou o dono da verdade, só quero passar o que eu acho! se tiver uma discordância me mande no email.

Blogs – Olive Riley (LUTO)

Notícia dada por Victor do ComLimão via Twitter.

Olive Riley, Morre aos 108 anos, a blogueira começou a postar em fevereiro de 2007, e já juntava mais de 70 posts sobre a vida moderna. Riley nasceu no dia 20 de outubro de 1899, na Australia, onde residiu até sua morte.